5/29/2006

SHAI, No Reason To Be Shy

Depois de um longo e denebroso inverno, vamos a um post polêmico. (Daqui a pouco eu explico...) É um tanto difícil definir o que significa "criar uma experiência on-line". Não é fazer um site cheio de parafernálias tecnológicas, sons, vídeos, conceito muito doido... nada disso. A definição de uma experiência on-line relevante me parece passar perto de algo que causa uma sensação muito difícil de ser esquecida, algo tão único que acaba virando referência. Foi assim com os vídeos da BMW e com a galinha do BurgerKing. Poucas campanhas/peças conseguem chegar nesse "nirvana". Os que conseguem o fazem não apenas com uma certa dose de inovação mas com muita, muita ousadia. Foi o que fez uma marca francesa de moda chamada Shaï. Criada pela agence7seven, um microsite destinado a apresentar a nova coleção da marca faz muito mais do que só isso. Ele mostra moças e rapazes usando as roupas. Normal, se não fosse pelo sexo explícito. Isso mesmo: sexo explícito. Sexo explícito como abordagem para vender por meio de uma experiência on-line animal. Visitem o site e vocês verão que nada foi acidental nessa campanha. Da trilha sonora, passando pela qualidade da produção até aos diversos formatos disponibilizados, essa ação é uma das mais alucinantes que eu vi nos últimos tempos. É claro que os vídeos influenciam muito essa minha opinião. Mesmo tendo sido lançada no início do ano, só tive conhecimento dessa ação por um artigo do Caio Cesar no Webinsider essa semana. E tendo a concordar com algo que Caio escreve em seu artigo: ainda não estamos preparados para ver abordagens desse tipo como argumento de comunicação. Por isso do post polêmico. Na minha opinião, não importa se é "pesado" demais, se foram longe demais. O fato é que foram, e o tempo todo me parece que essa polêmica está sob controle, pelo menos por parte deles. Em nenhum momento a campanha se deixa ser levada pelos vídeos. Os produtos estão lá, sempre visíveis, sempre disponíveis para a interação. Até mesmo nos vídeos que você pode baixar, você interage com o filme. Não pude deixar de pensar nesse formato para a TV interativa... O resultado - que certamente se refletirá nas vendas - também chegará até o mercado. Não duvido se chegarmos ao ponto de criarmos um novo adjetivo, algo do tipo "vamos propor algo meio Shai nessa campanha". E como já me disseram aqui na agência - no melhor exemplo de como funciona essa tal de experiência -, "quero ver a próxima campanha". ----------------------- Ficha Técnica da campanha: Created by: agence7seven (FullSix Group) Directed by: Herve Bodilis Produced by: Video Marc Dorcel Starring: Oksana d’Harcourt, Sebastien Barrio, Titoff, Gamal Simon, Sophie Moon and Zafira.

5 Comentários:

Anonymous Id disse...

Sem dúvida é uma campanha ostensiva, de mais.
Sinceramente não sei qual exatamente é o 'tipo de publico' alvo da SHAI.
Uma campanha dessas pode atrair público, mas com certeza acaba afastando boa parte dos consumidores mais puritanos (digamos assim).
Com certeza a campanha vai virar referência como você falou, porém acho difícil que algo tão explicito seja repetido, pelo menos por enquanto.
[Ênfase para a trilha sonora. “Se encaixou” (com trocadilho) perfeitamente pra campanha.]
heHheheE

30/5/06 09:23  
Anonymous Anônimo disse...

Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»

27/6/06 00:42  
Anonymous Anônimo disse...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»

17/7/06 20:35  
Anonymous Anônimo disse...

Your site is on top of my favourites - Great work I like it.
»

19/7/06 15:03  
Anonymous Anônimo disse...

I find some information here.

20/7/06 13:25  

Postar um comentário

<< Home