6/19/2006

MRM, Molecular Marketing

Acabo de ouvir mais um termo novinho em folha: molecular marketing. Na palestra do MRM Worldwide, personalizacao e relevancia foram as palavras do futuro da propaganda. Nada muito novo, mas novamente a evolucao da nossa industria - de acordo com eles e todo grupo McCann-Erickson - passara por esse caminho. Esta ficando cada vez mais claro que as chamadas "agencias off-line" estao acordando para a web. Um bom exemplo disso eh o grande barulho que a Africa anda fazendo aqui em Cannes, com a decisao de concorrer em cyber em 2007. Tem stand, cartaz, livro, camiseta, site, tudo e mais um pouco. Encontrei a Suzanna Alpebaum aqui e ela me falou que a correria da Africa na verdade jah comecou e ela sera a grande responsavel por isso. Boa sorte, Su! Mas voltando ao molecular marketing, o pessoal do MRM disse que as raizes para isso jah estao por aqui a um certo tempo, muito no que conhecemos como marketing direto. Sabe aquelas correspondencias que recebemos com nosso nome grifado e informacoes do database das empresas de cartoes de credito? Pois eh, mas a diferenca eh que a tecnologia pode levar isso a um outro patamar, e o maximo da personalizacao influenciara conteudo, compras e o proprio marketing. As pesquisas do grupo MRM ja mostraram que os consumidores dos maiores mercados mundiais - EUA, Inglaterra e Japao - gostam da ideia de receber propaganda personalizada das suas marcas preferidas: taxas acima de 60%! Alem disso, esses consumidores esperam receber esas mensagens com altos estimulos audiovisuais, principalmente se forem videos com qualidade de TV na web e no celular. O exemplo dado na palestra eh o excelente site do mini que envia video personalizado para seu amigo. Fantastico! Por fim, as licoes propostas por eles: 1) Cadastre seu consumidor. Quanto mais melhor; 2) Seja impressionantemente relevante; 3) Integre-se com seu cliente; 4) Agencias deverao colaborar; 5) Sempre on-line, 24/7. Amanha a palestra do pessoal do MRM continua com o tema User Generated Content. Vamos esperar.

1 Comentários:

Anonymous Paola Le Gargasson disse...

Uau! Finalmente o mundo se tocou que pode usar fatores psicologicos a seu favor! Isso me lembra a velha afirmação:"Tudo que disser podera ser usado contra você".
Hahaha!

23/6/06 23:14  

Postar um comentário

<< Home